sábado, 27 de novembro de 2010

De como são lindas as demonstrações singelas de afeto

Muitas vezes fui recriminada por dizer que amo receber um cartãozinho discreto feito à mão mesmo. Chamaram-me mentirosa “imagina se você vai preferir cartão ao invés de presente?”. Não é a questão do presente em si, mas do afeto gostoso por detrás do ato que fez uma pessoa se sentar numa mesa, recortar o papel, colar os adesivos, escrever meu nome, escolher as palavras e finalizar de um jeito gostoso íntimo como “de quem ama o seu sorriso estridente”.
Chamem-me brega, mas eu aprecio a singeleza de um toque com os dedos no rosto para guardar o cabelo atrás da orelha, um abraço de urso que me faz sentir segura, beijo no olho, mensagem com letra de música recebida de madrugada.

Vivemos o tempo todo correndo atrás de posses, de fato, estudamos e trabalhamos todos os dias para adquirir confortos, que esquecemos de admirar o sentimento. E aí, damos um perfume caro de aniversário e, se ganharmos um ursinho de pelúcia, pensamos: “porra, um ursinho?”. E ainda tem aqueles que se preparam: “nunca mais dou presente caro, fulano me deu um ursinho de pelúcia” acabou-se o gostar do alguém que viu o ursinho na loja e achou que você ficaria linda dormindo com ele a pensar em quem lhe presenteou.

Certa vez, um amigo pegou de minhas mãos um papel pequeno e uma caneta e eu disse: “esse aí está rabiscado”, ele virou o verso, escreveu e me devolveu com as seguintes palavras: “Lovin, não importa que o outro lado esteja rabiscado, porque o meu coração estará sempre limpinho para amar você”. Guardo até hoje.

Deve ser por que na verdade eu não seja uma menina de afetos extremos que eu superestime o sorriso inesperado, o toque descontraído, o cheiro de leve ao pé da nuca. É fato que de algumas pessoas queremos curtição e de outras, compromisso, mas não vejo motivo para não receber um mínimo de carinho (na verdade eu quero pouco mais do mínimo, claro).

Ah, desculpem, eu sou assim, valorizo isso, procuro por isso e acho lindo quem faz algo para mim de coração. Vejam vocês, vivemos a vida inteira rasgando calcinhas por igualdade e eu ainda quero sentir-me protegida, como as mocinhas de antigamente. Perdedora ou ganhadora?

Por Lety

Nota: Deixe aqui o seu comentário sobre o grau de paixão no qual explicitamente me encontro. Obrigada.

9 comentários:

C.P. disse...

Hahuahuahu
O grau de paixão vai até quanto? =D
Bom, eu também gosto dessas coisas e, realmente, a pressa nos faz esquecer dessas coisas. Só que isso não é motivo para não lembrá-los depois de passada a "temporada de provas" ou a "temporada de caça ao dinheiro". E, sim, eu adoro ursinhos! *-*

28/11/10
Naiara disse...

E isso vale não só para os gestos "românticos"... gestos simples e afetivos relacionadas à amizade valem muito também! Nesses pequeninos atos que vemos quão importante somos!

28/11/10
Bruna disse...

"...e eu ainda quero sentir-me protegida, como as mocinhas de antigamente."

- Eu também, Lety!

Lindo texto!

28/11/10
Naiara e Letícia disse...

Verdade, Tchu. Como o bilhetinho que eu citei, foi de um amigo. É lindo. S2

Vi, sou obrigada a admitir que meu grau de paixão é sempre muito maior do que eu mesma imagino.

Thanks pelos coments, meninas!

28/11/10
Yuu... disse...

Minha maior briga em um relacionamento foi qnd, no dia do meu aniversario, a pessoa me levou ao shopping e me deu a grana pra comprar oq eu quiser! Pense no barraco???? Sempre presenteei com serenatas, cartas de 20 metros feitas a mao, desenhos, setas pela casa indicando a direcao de um coracao gigante,ETC enfim... Fiquei puto pq um pedaco de guardanapo com uma poesia teria feito meu dia feliz! SEI DO QUE VC TA FALANDO!

28/11/10
Naiara e Letícia disse...

Gente, to achando tão lindo vcs se revelando romanticos.
Yuu, pois saiba que na minha caixinha de recordações existe um certo desenho de uma mulher com um vestido lindo esvoaçante escrito: "PARA A MINHA FADA MADRINHA LETY".
S2 S2

29/11/10
Maria Clara disse...

Lindo. Definitivamente.

29/11/10
Jaheb disse...

Foi mal, estou aki do lado de lety e ela me falando: "Puta merda, vc vai me mandar um comentário na minha frente? Quer que eu feche os olhos?" - Não Lovin, eu não quero nunca que você feche os olhos diante do carinho que eu tenho por vc! :D Puta merda, eu disse carinho??? Eu amo vc!!! :D BjOooO

10/12/10
samara disse...

amiiga!
você é tão romanticissimaaa!!
amoo muito tudo isso!
momento apaixonado ao qual você se encontra!!??!!!!?!!!?!!!!
nem me conta né LiberLety do meu coração...
beeijo!
;*

28/12/10