sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Apologia aos bares

Talvez se trate de um post muito pessoal, mas vou confessar que prefiro mil vezes sentar em um boteco na esquina de um lugar qualquer do que me desgastar em uma boate, por mais famosa e especial que essa possa ser.

Uma singela saidinha para boate e BANG! Na hora de pagar a conta aquelas míseras cervejinhas mais uma garrafinha de água pesam no bolso com a força de um jantar completo num restaurante chique. E não é apenas essa a desvantagem da boate em relação ao barzinho...

No bar você bebe horrores brindando com os amigos, fazendo brincadeiras infames e ultrapassadas (como, por exemplo, “se você bebe sem brindar, fica 07 anos sem dar”, e outras brincadeiras afins), mas que nunca perdem a graça e o brilho. A conta chega e, além de estar bem mais leve que a da boate, você retira-se do recinto com uma boa sensação de dinheiro bem gasto.

No barzinho não tem fila, não tem maquiagem, saltos altos e roupas finas (só se você quiser, claro). Muitas vezes uma calça jeans surrada, uma rasteirinha e um batom bonito já te deixam espetacularmente linda para apreciar uma boa gelada. Ah sim! A cerveja gelada é a bebida típica dos botequeiros, nada de vodka, uísque, energéticos e bebidas cheias de firulas, sombrinhas e com nomes engraçados como “sex on the beach”.

A sensação de estar sentada também é muito atrativa! Sentada eu converso melhor, ouço melhor, rio melhor... e no bar eu também não fico segurando um copo em minha mão, que por sinal aquece a bebida, pois eu tenho uma mesa na minha frente. Sem contar que nessa mesa eu ainda posso colocar alguns deliciosos tira-gostos, encontrados apenas em bares e botecos (quando feitos em casa não são a mesma coisa, já perceberam?).



Freqüentar um bom boteco faz bem para alma! Bom, pelo menos para a alma de um bom botequeiro.

Por Naiara

8 comentários:

disse...

Assino embaixo AE

3/12/10
Jana disse...

Nada melhor que uma bela cerveja gelada, num boteco qualquer, e com sua turma! Não há boate no mundo que substitua...

3/12/10
C.P. disse...

Sem dúvidas ir a uma boate requer muita paciência e gasto. Realmente ir a um bar cai bem melhor!

6/12/10
Naiara e Letícia disse...

Olhe só... encontrei mais adeptos de minha preferência!!!
uhuuu!!!

Beijos meninas!

7/12/10
My disse...

Também sou ligada num boteco. Aliás, pra quem ama BH, não pode deixar de amar um bar, rs. Mas confesso: gosto mais é de uma cachaça (Lety que o diga, HAHAHA). E eu também adoro de pedir bebidas com sombrinhas e nomes engraçados no boteco. JURO! Pensa na fineza da pessoa. rsrsrs. Aliás, eles adoram colocar nomes pornográficos nas misturas mais gostosas... por que será? :P

10/12/10
Naiara e Letícia disse...

Bem... confesso que é difícil de imaginar Dona Myriam pedindo uma dose de cachaça num boteco... hehehe

Mas eu já notei isso também My... quanto mais pornográfico o nome, mais gostosa a bebida. Que coisa não? Rss

11/12/10
Yuu... disse...

Boteco é a unica coisa que vale a pena aki na terra!Vc so esqueceu de falar da fama injusta que os botecos, principalmente os que tem sinuca levam por ser coisa de sapatao! Isso é uma injuria! Sou um viado Botequeiro! Eu disse BO-TE-queiro (tem essa piadinha tbm haha)

15/12/10
Naiara e Letícia disse...

hahahaha

Mas gente... eu gosto de uma sinuquinha... será que tô com fama de sapatão por aí e não sei? hahahaha

Minas Gerais em geral é bem famosa por ter muitos botecos!

17/12/10